04 e 05
de outubro
São Paulo - Brasil
< Voltar ao blog

Desmistificando UX com Alda Rocha

29 de setembro de 2016

Alda Rocha é UX/UI designer, web desenvolvedora e instrutora de usabilidade e arquitetura da informação com mais de 15 anos de experiência atuando em agências digitais, startups e grandes empresas. Desenvolveu projetos para muitas marcas consolidadas no Brasil e no mundo. Foi organizadora do Google Developers Group, Hackathon da FIESP e mentora do Women Techmakers no Brasil. Também criou o GDG DROPS, evento que visa incentivar mais mulheres na área de tecnologia, além de ter participado do Hackathon da Rede Globo.

Na #Webbr2016 você poderá conferir sua palestra “Desmistificando UX” e saber o que é o UX, como aplicar dentro de um projeto, além de entender todas suas etapas e quais são seus entregáveis. Confira a entrevista que fizemos com ela sobre esse tema.

1) O que é UX e quais são as suas principais etapas?

User experience é basicamente a interação que temos ao usar alguma coisa. Como trabalhamos com digital, essa alguma coisa acaba virando a interação com app, sites, landing pages, emails, produtos e plataformas. UX designers observam o comportamento do usuário com esse produto ou app e etc, e fazem melhorias.

2) Qual a importância do UX para aplicações Web?

UX é importante para tudo, não só com Web, mas os segundos valiosos em que algo não funciona e a pessoa pessoa desiste de um site ou app são muito decisivos na Web. Um site ou app intuitivo, simples e fácil de ser usado consegue cumprir seus objetivos e não cria frustrações em quem usa.

3) Quais os erros mais comuns ao se projetar aplicativos móveis e o que podemos aprender com eles?

Os erros mais comuns são esquecer dos limites de 3G e planos de telefonia que temos no Brasil e não fazer nada offline para mobile, esquecer de favorecer a acessibilidade e ignorar a importância da ordem que o seu conteúdo será exibido para quem usa mobile. Acho que aprendemos que cada vez mais é necessário avaliar o público que vai acessar e consumir aquelas informações, fazendo com que o app se adapte de acordo com seu público alvo, suas necessidades e buscas.

4) Como você vê a usabilidade e a arquitetura da informação dentro de dez anos?

Vejo algo diluído e bem ramificado nas outras profissões. Acho que em breve todo mundo vai ter um pouco dessas coisas no seu dia a dia de trabalho.

5) Como você acha que a Web das Coisas pode influenciar o futuro do design?

A forma com que IoT vem crescendo me assusta um pouco. As pessoas ainda não entenderam, ou não caiu a ficha, que vivemos já mergulhados em um futuro tecnológico e essa coisa de tornar palpável essa modernidade deixa algumas pessoas inseguras em fazer parte ou empolgadas demais e é ai que a coisa se perde um pouco. Precisamos antes educar as pessoas sobre a modernidade, sobre a velocidade dos acontecimentos e o crescimento científico como um todo para depois ficar mais confortável com a web das coisas e tudo que possa vir de positivo dela. Ainda vai levar um tempo para Design e Web das coisas caminharem de fato lado a lado no dia-a-dia.

Leia Também

Inscrições

Faça a sua inscrição e fique por dentro das inovações e tendências Web com os melhores palestrantes nacionais e internacionais!

A Web.br é o local perfeito para trocar experiências e ficar por dentro das novidades do mercado.

30 E 31 DE OUTUBRO

Nós podemos ter a Web que queremos!

segundo lote

Assine a
newsletter

 

Fique por dentro das novidades do evento!

Cadastre-se na nossa Newsletter e receba atualizações de agenda, novos palestrantes, informações sobre inscrições e muito mais!

Seja um
patrocinador:

A sua empresa deseja patrocinar ou apoiar a edição 2018 da conferência Web.br? Fale com a gente!

organização

Centro de Estudos sobre Tecnologias Web Acesse o site do NIC.br Acesse o site do CGI.br

Iniciativa convidada

Acesse o site do W3C
Imagem do rodapé